[Natal/2018] Sangue e Morte

Ir em baixo

[Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Ananke em Dom Dez 23, 2018 4:12 am



Glass Globe

You only live once, so enjoy it as much as possible

Post Inicial do Evento:

Anoiteceu no Acampamento Meio-Sangue e embora o caos prevalecesse na mente dos campistas, novos e antigos, uma hora o corpo cedeu e precisaram se retirar para descansar. Apenas algumas horas antes os semideuses dessa era haviam recebido visitantes inesperados vindos de outro tempo, mais inesperadamente ainda os semideuses antigos se viam em mundo totalmente diferente do que conheceram. No entanto, em algum momento, os novos campistas tiveram de guardar suas suspeitas, era isso ou deixar semideuses perdidos na rua. Então os novos-antigos campistas foram alocados nos chalés de seus progenitores, grande parte do mistério sobre sua precedência acabou aí, mas não a desconfiança, seus meio-irmãos do futuro mantiveram um olho neles o tempo todo, enquanto os semideuses antigos se viam na inevitável situação de terem que dormirem separados no meio de estranhos. Duas mortes naquele dia e uma surpresa nada agradável, mas estava longe de acabar...
Quando os campistas se recolheram para seus chalés notaram um antigo objeto em suas camas/cômodas/estantes, um globo de vidro com uma base pesada que o sustentava para não sair rolando. O objeto fazia um contraste estranho com o ambiente ultramoderno, mas os semideuses pensaram que alguém tinha deixado ali como um presente, embora antiquado. Dentro do tal globo havia uma antiga cidade de séculos atrás, os semideuses mais antigos reconheceriam aquilo como NY, tal como conheciam. Os semideuses novos acharam graça do objeto, ao chacoalharem-o uma leve nevasca se espalhava pela cidade em miniatura, até então nunca tinham visto um globo de neve.

Os irmãos Máximos, filhos da deusa da boa morte, levaram um longo tempo para adormecer, estavam sozinhos no chalé, na real era uma surpresa terem construído um chalé para Macária quando a deusa raramente tinha filhos. Sabiam que havia sido montado uma pequena patrulha no Acampamento, para garantir sonos tranquilos, porém duvidavam que naquela noite algum deles teria bons sonhos. Além de terem que lidar com uma viagem do tempo não prevista, ainda estavam em um ambiente que não conheciam ninguém e, pior ainda, sob ataque de algo que nem sabiam o que eram. Os seus foram separados, maldita lei sobre chalés, teriam que esperar pelo dia seguinte para conseguirem conversar sem levantar mais suspeitas do que a presença deles naturalmente já causava.

Então acordaram de repente, com aquela estranha sensação que estavam caindo, após o segundo de susto notaram que ainda estavam em suas camas, no chalé de Macária. Luzes fluorescentes chamavam atenção, eram do local exato em que tinham deixado o globo de neve para poderem dormir e aquilo os acalmou por um momento, seus olhos se fecharam mais uma vez pelo sono. Como um sussurro, uma voz chamou Convidado... E meio sonolentos viram os globos de neve deslizarem para a beirada e caírem, o vidro se estilhaçou no chão e o som retumbou pelo tempo e espaço, para locais que nem imaginariam que um som poderia ser levado.

✼ •• ┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈ •• ✼
Vão sair do chalé juntos e irão notar que todas as luzes estão apagadas, não encontrarão mais ninguém. Por todo lugar vão avistar abóboras com velas dentro, grandes teias de aranha, caveiras, alguns caixões... Quem enfeitaria o Acampamento para o Halloween na véspera do Natal? Pode chamar atenção uma única luz bruxuleante meio alaranjada à mais ou menos 300 metros de onde estão, se forem para esse lugar vão começar a ouvir sons macabros, coisas quebrando, madeira rangendo e alguns morcegos passarão muito perto de vocês.

✼ •• ┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈ •• ✼

Informações:

Início: Dia 25/12 (tem até as 23:59 do dia 26 para postar, essa rodada será mais longa por causa do feriado)
Formato: Missão Narrada em dupla
Narração d20: Sim
Armas permitidas: Todos podem ter duas armas de um material normal (bronze celestial, prata divino ou ouro imperial), não possuem nenhuma habilidade ou poder especial, depois do evento podem ficar com essas armas.

*. Escolha agora suas armas.
**. Em breve postarei o poder de nível 1 que pode usar, por enquanto faça uso apenas dos passivos.


Ananke
Ananke

Mensagens : 92
Data de inscrição : 26/08/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rafael L. Maximos em Qua Dez 26, 2018 5:57 pm

Morcegos e Abóboras

~~
Ouço meu nome na escuridão...
Acordei no susto, confuso tanto com o chalé quanto com meus próprios pensamentos. Ainda não estava acostumado com minha situação, embora devesse ao menos demonstrar alguma familiaridade com o acampamento. Até aquele momento Chronos não havia entrado em contato com nenhum de nós, o que só tornava tudo mais estranho. Afinal, um grupo de semideuses sumindo da noite para o dia em nossa época não era algo nada comum. Vivíamos uma paz relativa.

Quando finalmente peguei no sono foi para valer. O cansaço acumulado cobrou seu preço e entrei em sono profundo...mas não por muito tempo. Outra vez fui puxado de meu descanso, forçado à acordar. Ouvi minha voz em um sussurro e ao abrir os olhos vi os globos de neve caindo, se transformando em milhares de estilhaços. o Impacto fez um som estranho, ecoando. Seria o efeito do sono?

Me senti em transe, mas isso durou poucos segundos. Alarmado levantei rapidamente e vi Rosie por perto?

- Você escutou isso? - eu queria confirmar se o efeito sonoro fora real ou coisa da minha cabeça.

Uma sensação estranha me perturbava, a sensação de perigo próximo. Para nossa sorte haviam algumas armas decorando o interior do chalé, armas de verdade. Peguei uma espada e um escudo, ambos de bronze celestial.

- Algo está muito errado! Eu posso sentir! - verdade que eu sentia algo estranho, mas desde a nossa chegada as coisas foram de mau a pior tão rápido e a sensação de impotência era maior do que nunca. Seja lá o que fosse havia levado meus poderes, habilidades...me deixara infinitamente mais fraco e isso poderia ser um problema naquele mundo hostil. - Mana, se arme também. Quero checar se os outros estão bem.

Vestido e armado o máximo que pude, saí do chalé para então me deparar com o acampamento na escuridão. Por todos os lados haviam enfeites de halloween. Abóboras, esqueletos...mas ao longe, uma luz levemente alaranjada se destacava. Automaticamente comecei a andar naquela direção, dando mais atenção às minhas habilidades de detecção e um maior esforço em ser imperceptível naquele momento, dando o máximo em minha furtividade. O escudo estava em posição e a espada em minha mão direita, como se fosse de encontro ao inimigo.

Habilidades Passivas do Personagem:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Sangue: o sangue da prole de Macária possui propriedades mágicas que podem ser benéficas caso seja utilizado em até 30 minutos depois de retirado (regeneração de HP, aceleração de cura e antídoto para venenos). Após esse tempo o sangue passa a ter efeitos negativos (reduz o HP e impede a cicatrização).

Armamento Escolhido:

• Espada de Bronze Celestial: uma espada média, 60cm de lâmina, 15cm de cabo envolvido em couro e uma rosa talhada no pomo.

• Escudo de Bronze Celestial: 60 centímetros de circunferência, liso.
Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max
Rafael L. Maximos
Rafael L. Maximos

Mensagens : 27
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Aprendiz
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+2
Vontade+2
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma
Proficiência+3

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rosie S. Máximos em Qua Dez 26, 2018 9:14 pm

Globos de Neve

Mas, o quê..?
...
Apesar de tudo aquilo ser muito estranho; apesar de Chronos não ter entrado em contato aparente e estarmos todos separados e sem muita comunicação, eu tentei dormir. Foi uma surpresa terem feito um chalé para Macária. Até mesmo pouco antes de mim e meu irmão nascermos, não se existia um chalé da deusa, e só estava pronto quando cheguei ao acampamento, porque Quíron já sabia que eu chegaria. Sentei naquela cama estranha, num local estranho e um mundo da qual não estava acostumada, com uma inquietante sensação indefinida e notei um globo de neve dentro do chalé. A cidade dentro dele, nossa tão conhecida NY, estava em destaque e, quando agitei o globo, flocos caiam sobre ela. Aquilo me arrancou um sorriso de leve e uma imensa saudade de casa. Coloquei o globo de neve numa mesinha próxima, ao lado do globo do meu irmão (Ao menos creio que era um para cada, embora não saiba dizer como apareceu ali), e deitei na cama.

Demorei para dormir. Me remexi na cama, sem conseguir descansar; a mente a um turbilhão de informações, teorias, processos de adaptação. Por fim, achei uma posição confortável e o cansaço tomou conta do corpo, fazendo o sono me abraçar de uma vez mas, para minha insatisfação, não durou muito e senti como se estivesse caindo. Me levantei, sentando na cama por impulso, com o coração acelerado, já achando que estava acontecendo algo, mas aparentemente nada fora do normal. Ainda estava no chalé e na minha cama; meu irmão também tinha se levantado, mas não sabia se pelo mesmo motivo... Uma luz clara e aconchegante emanava dos globos de neve e, sonolenta, sussurrei baixinho: - Não deve ser algo sério.

Assim que fechei meus olhos, ouvi alguém chamar meu nome e ao virar o rosto vi os globos de neve caindo e se estilhaçando no chão. Um som foi ouvido, forte, como se estivesse propagado no vácuo e ecoado pelo espaço-tempo. Sentei-me novamente, dessa vez um mais consciente e saí da cama. Meu irmão já estava de pé e já pegava uma espada que estava pendurada no chalé, e me olhou perguntando: - Você escutou isso? Algo está muito errado! Eu posso sentir!

- Sim, escutei. Um som estranho, como se ... estivesse se espalhando no espaço... ? E sim, concordo com você, mano, alguma coisa está muito errada! - Falei meu ponto de vista e, enquanto ele pegava um escudo, me falou: - Mana, se arme também. Quero checar se os outros estão bem. - Mas eu já estava pegando uma espada que tinha uma flor desenhada no bronze, e um escudo também. Saí bem atrás dele, já empunhando a espada - afinal com a série de acontecimentos era melhor prevenir. O Acampamento estava estava escuro, mas eu conseguia ver com mais clareza do que outros semideuses, e por todos os lados haviam enfeites de Halloween ( Caixões, abóboras, esqueletos, teias de aranha) e um pouco mais ao longe, avistei uma luz levemente alaranjada que se destacava no cenário. Comecei a andar em direção a luz, por instinto, tomando todo o cuidado de ser discreta e o mais silenciosa possível e concentrando-me em minhas habilidades para tentar entender tudo aquilo. Sem abaixar a guarda, segui ao lado de Rafael, começando a ouvir coisas quebrando, sons assustadores, e vez ou outra um morcego (ao menos, eu acho que era), passava próximo das nossas cabeças. Sem perder a concentração, falei baixinho: - Mano, você está escutando esses sons de... coisas quebrando e... isso são portas rangendo?

Habilidades Passivas - Filhos de Macária:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Armas Escolhidas:

♦️ Espada de Bronze: Lâmina de bronze celestial de 60cm de comprimento com um desenho de uma rosa no bronze próximo ao punho, de 15cm, de madeira e couro enfeitado com desenhos de rosas e espinhos no pomo.
♦️ Escudo de bronze: Um escudo de bronze celestial, circular, de raio 30cm, plano.

Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max

_________________
Rosie Swane Máximos
Filha de Macária | Senhora do Tempo | Espadachim | Lenda
Rosie S. Máximos
Rosie S. Máximos

Mensagens : 45
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Novato
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+1
Vontade+3
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma+1
Proficiência+2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Ananke em Qui Dez 27, 2018 4:41 pm



Sangue e Morte

Avançaram sem medo em direção à luz bruxuleante, por conta de sua progenitora divina conseguiam enxergar naturalmente no escuro ou ao menos muito melhor do que qualquer um. Não sabiam disso, mas em sua jornada não encontrariam nenhum de seus amigos, seja lá onde estivessem, Rafael e Rosie estavam sozinhos.
No que deveria ser o escuro, os irmãos viam abóboras macabras encarando-os. Não, não era imaginação. Em sua visão periférica podiam ver claramente essas se virando para continuar encarando-os enquanto passavam. Quanto mais perto chegavam da luz bruxuleante a presença de teias ficava mais forte, logo a viam pelo chão como um tapete, enrolada nas árvores próximas e nos outros chalés, criando uma grossa camada.
A luz bruxuleante pulsava mais devagar agora como as batidas de um coração e um ar frio começou a se espalhar pelo Acampamento, logo estariam batendo os dentes e desejando terem pego algum agasalho no chalé.

Instruções:
Vocês ainda não chegaram próximos à luz, uma vez que essa estava há uns 300 metros do ponto de partida de vocês. Podem escolher continuar juntos ou cada um explorar uma opção, ambos devem jogar 1d20 para Vontade + um dado para o caminho escolhido abaixo, ao total sendo dois dados e o segundo sendo o do caminho.

Há algumas estradas possíveis:
1. Para a frente: Continuam até a luz; nesse caso devem jogar 1d20 para Carisma.
2. Para a direita: Vão até os chalés lacrados e forçam a entrada; nesse caso devem jogar 1d20 para Vontade.
3. Para a esquerda: Vão até as árvores; nesse caso devem jogar 1d20 para Observação.

Postem escolhendo um caminho e iniciem a interação com esses.
Role os dados AQUI e poste o link no próximo post de vocês.

*Não há ordem de postagem. Rodada encerra amanhã às 15h*

Kids in the Dark
Ananke
Ananke

Mensagens : 92
Data de inscrição : 26/08/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rafael L. Maximos em Sex Dez 28, 2018 4:26 pm

Morcegos e Abóboras

~~
Halloween bizarro e um frio do k7
- Mano, você está escutando esses sons de... coisas quebrando e... isso são portas rangendo?

A pergunta da Rosie confirmou que eu não estava ouvindo aquilo tudo sozinho. Os sonos eram confusos, incômodos, mas até certo ponto me guiavam naquele ambiente. Eu poderia estar mais próximo de sua origem?

Andamos juntos na direção da luz, mas a dúvida sobre como proceder ocupou meus pensamentos. Levantei mais o escudo, mantendo uma posição defensiva. Se aproximar assim era algo delicado. Então avistei algumas árvores que poderiam oferecer alguma visão do local iluminado. Apontei para elas com a espada para que Rosie as visse. Então avancei pela noite fria, amaldiçoando o fato de não ter vestido nada mais quente.

Dados:

Habilidades Passivas do Personagem:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Sangue: o sangue da prole de Macária possui propriedades mágicas que podem ser benéficas caso seja utilizado em até 30 minutos depois de retirado (regeneração de HP, aceleração de cura e antídoto para venenos). Após esse tempo o sangue passa a ter efeitos negativos (reduz o HP e impede a cicatrização).

Armamento Escolhido:

• Espada de Bronze Celestial: uma espada média, 60cm de lâmina, 15cm de cabo envolvido em couro e uma rosa talhada no pomo.

• Escudo de Bronze Celestial: 60 centímetros de circunferência, liso.
Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max
Rafael L. Maximos
Rafael L. Maximos

Mensagens : 27
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Aprendiz
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+2
Vontade+2
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma
Proficiência+3

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rosie S. Máximos em Sex Dez 28, 2018 6:22 pm


Globos de Neve

Mas, o quê..?
...
Enquanto meu irmão saiu na direção das árvores decidi andar para os chalés, talvez fossemos precisar de ajuda e qualquer outro semideus seria útil naquele momento. Caminhei com toda a cautela necessária, empunhando minhas espadas em posição para reagir à possíveis surpresas.

Quando me aproximei de um dos chalés, cuja fachada estava tão bloqueada por teias de aranha que não consegui identificar de quem seria, tentei forçar a entrada, colocando minha força para abrir a porta.

Dados:

Habilidades Passivas - Filhos de Macária:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Armas Escolhidas:

♦️ Espada de Bronze: Lâmina de bronze celestial de 60cm de comprimento com um desenho de uma rosa no bronze próximo ao punho, de 15cm, de madeira e couro enfeitado com desenhos de rosas e espinhos no pomo.
♦️ Escudo de bronze: Um escudo de bronze celestial, circular, de raio 30cm, plano.

Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max

_________________
Rosie Swane Máximos
Filha de Macária | Senhora do Tempo | Espadachim | Lenda
Rosie S. Máximos
Rosie S. Máximos

Mensagens : 45
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Novato
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+1
Vontade+3
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma+1
Proficiência+2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Ananke em Sex Dez 28, 2018 11:09 pm



Sangue e Morte

O frio só se tornava mais profundo, mas nada com que semideuses não pudessem lidar. A adrenalina da situação os aquecia o bastante para continuarem.
Rafael foi em direção as árvores, com a ideia de rodeá-las e tentar um campo de visão mais seguro, porém quando se aproximou dessas esqueceu completamente de qual era seu objetivo anterior. Em cada árvore do Acampamento havia fixado ao tronco um casulo grande o bastante para aprisionar um humano de tamanho mediano, na verdade, não só o seu tamanho corresponderia, mas também a forma e volume. No entanto, o que mais lhe chamou atenção, embora não soubesse explicar bem o porque, era um conjunto de quatro árvores estranhamente próximas, uma delas contendo um casulo do mesmo tamanho que os demais, enquanto as outras três possuíam casulos do tamanho adequado para crianças.

✼ •• ┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈ •• ✼

Os irmãos se separaram sem se darem conta. Enquanto Rafael se aproximava das árvores, Rosie, sem ver o que seu irmão havia notado, tentou a porta de um chalé, na primeira tentativa esta resistiu, mas bastou aplicar um pouco mais de força que a porta abriu de uma só vez, assustando a semideusa e jogando-a para dentro do chalé. A porta bateu com força atrás de si e não mais se abriria.
A semideusa se veria sozinha em um chalé estranhamente abandonado, talvez isso não fosse grande coisa para alguém experiente, mas logo o chão começaria a se mover levemente debaixo dos seus pés, prendendo-os e a sugando para dentro, quanto mais se movesse mais poderia afundar, era como se a madeira tivesse assumido a característica de areia movediça.

Instruções:
Sem caminhos, tudo é livre :v Joguem 1d20 para Vontade.

Role os dados AQUI e poste o link no próximo post de vocês.

*Não há ordem de postagem. Rodada encerra amanhã às 23h59*

Kids in the Dark
Ananke
Ananke

Mensagens : 92
Data de inscrição : 26/08/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rosie S. Máximos em Sab Dez 29, 2018 8:01 pm


Globos de Neve

Mas, o quê..?
...
Tentei a primeira vez e não consegui entrar, mas na segunda tentativa a porta se abriu de uma vez, fazendo-me cambalear e quase cair no chão, e, de repente, fechou-se novamente trancando-me no escuro. Me aprumei e então senti como se o chão estivesse me sugando. Meu coração começou a disparar e o pânico a tomar conta. Coloquei uma das mãos para trás, mas não consegui sentir parede, o que me causou ainda mais pavor enquanto sentia meus pés afundando e pensei "Só impressão, é só impressão, é o Phobos brincando... Meu irmão estava lá fora, assim como outros semideuses, enfrentando possíveis problemas e precisando de ajuda...". Engolindo em seco e reunindo toda coragem possível, dei um passo a frente, ainda com a espada em posição de ataque, e mesmo com o coração acelerado, estava determinada a tentar sair dali.

Dados:

Habilidades Passivas - Filhos de Macária:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Armas Escolhidas:

♦️ Espada de Bronze: Lâmina de bronze celestial de 60cm de comprimento com um desenho de uma rosa no bronze próximo ao punho, de 15cm, de madeira e couro enfeitado com desenhos de rosas e espinhos no pomo.
♦️ Escudo de bronze: Um escudo de bronze celestial, circular, de raio 30cm, plano.

Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max

_________________
Rosie Swane Máximos
Filha de Macária | Senhora do Tempo | Espadachim | Lenda
Rosie S. Máximos
Rosie S. Máximos

Mensagens : 45
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Novato
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+1
Vontade+3
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma+1
Proficiência+2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rafael L. Maximos em Sab Dez 29, 2018 11:50 pm

Morcegos e Abóboras

~~
Halloween bizarro e um frio do k7
Ao alcanças as árvores o que pude observar não foi nada descarecedor. Aquelas teias e casulos não faziam muito sentido para mim, mas como não consegui ver mais ninguém supus que talvez, seja lá quem fosse o responsável, pudesse estar escondido não muito longe.

Olhei para trás, procurando por Rosie, mas não a vi em lugar nenhum. Preocupado, me concentrei para varrer a área atrás da sua alma, um sinal da sua presença em algum lugar.

Dados:

Habilidades Passivas do Personagem:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Sangue: o sangue da prole de Macária possui propriedades mágicas que podem ser benéficas caso seja utilizado em até 30 minutos depois de retirado (regeneração de HP, aceleração de cura e antídoto para venenos). Após esse tempo o sangue passa a ter efeitos negativos (reduz o HP e impede a cicatrização).

Armamento Escolhido:

• Espada de Bronze Celestial: uma espada média, 60cm de lâmina, 15cm de cabo envolvido em couro e uma rosa talhada no pomo.

• Escudo de Bronze Celestial: 60 centímetros de circunferência, liso.
Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max
Rafael L. Maximos
Rafael L. Maximos

Mensagens : 27
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Aprendiz
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+2
Vontade+2
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma
Proficiência+3

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Ananke em Dom Dez 30, 2018 4:31 am



Sangue e Morte
Preso em casulos, um em cada árvore, estava a maioria dos semideuses do Acampamento, mas naqueles quatro em específico a Magia tinha lhe preparado uma surpresa especial, era sua família aprisionada e próximo da morte, mas o semideus não associou a imagem à sua família e continuou a focar sua atenção em volta, procurando o responsável. A concentração o fez acordar, despertar do transe que estava, ainda via em sua frente a luz bruxuleante, mas tirando as ocasionais luzinhas natalinas nas janelas dos chalés, não havia nada de incomum. Não havia mais nada nas árvores, nenhum casulo e em volta as abóboras tinham sumido. Notou que, de alguma forma, algo tinha o acordado aquela noite e quando saiu do chalé com sua irmã foram aprisionados em conjunto em um estado de consciência, perseguiam algo suspeito e viram coisas estranhas.
Podia sentir que ela estava viva, no entanto, notará que havia muitas almas perambulando o Acampamento naquela noite. Como se o véu entre o plano da vida e da morte tivesse ficado mais fino. Próximo da área dos chalés, talvez mesmo nessa parte, podia ouvir sons reais, gritos de dor abafados pela noite. Ao redor, uma estranha energia se condensava pelo Acampamento, mas não tinha nenhuma ligação com o submundo, era mais antiga do que a morte.

✼ •• ┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈┈ •• ✼

Em um momento estava afundando, sendo puxada para baixo e tudo era instável ao toque. Resistiu a Phobos, encarando o medo e se concentrando no que realmente importava, uma batalha que se desenrolava em sua mente, muito mais profunda do que ela tinha dado conta. Quando reuniu sua coragem e deu um passo a frente o chão se estabilizou e o "chalé abandonado" como virá um segundo atrás, se tornou apenas um chalé desocupado, provavelmente um daqueles que ainda não tinham semideuses no Acampamento, mas estava impecavelmente limpo, com toda a decoração futurística. A porta atrás de si deu clique e se abriu novamente.
O clique da porta desencadeou uma série de lembranças em sua mente... Ela e seu irmão acordando, eles saindo do chalé aquela noite, uma luz chamando a atenção de ambos, a aparição de imagens estranhas, os dois andando lado a lado em transe, atraídos pela luz e por tudo o que essa causava ao redor. Se focasse sua atenção iria poder sentir várias almas perambulando pelo Acampamento aquela noite, como se o fio entre a vida e a morte estivesse confuso. Iria sentir com precisão a presença do seu irmão ao lado de fora do chalé e, se saísse desse, não enxergaria mais nada de estranho, o Acampamento possuiria uma decoração de natal comum. Próximo da área dos chalés iria ouvir sons reais, gritos de dor abafados pela noite. Ao redor, uma estranha energia se condensava pelo Acampamento, mas não tinha nenhuma ligação com o submundo, era mais antiga do que a morte.

Instruções:
1. Sem caminhos, tudo é livre :v
2. Tenham em mente que vocês "acordaram", mas que essa "energia" que sentem ainda está fluindo livremente pelo Acampamento.
3. Usei a mesma descrição sim para o final, vocês são gêmeos e acordaram juntos, pqp -q.
4. Para qualquer ação futura de habilidade ou conhecimento joguem 1d20 para Proficiência.
5. Decidam o que querem fazer, não estão longe, vão se ver assim que a Rosie sair do chalé ou se o Max entrar.
6. Não gostei desses semideuses em bando frustrando meus planos :lixa:

Role os dados AQUI e poste o link no próximo post de vocês.

*Não há ordem de postagem. Rodada encerra amanhã às 23h59*

Kids in the Dark
Ananke
Ananke

Mensagens : 92
Data de inscrição : 26/08/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rosie S. Máximos em Dom Dez 30, 2018 8:28 pm


Globos de Neve

Mas, o quê..?
Frio do carambaaaa
Assim que dei um passo a frente, com toda a coragem que consegui reunir, o chão se tornou sólido e o chalé aparentemente abandonado à minha frente, tinha uma decoração futurística e estava extremamente limpo.
Ouvi o clique da porta e veio em minha mente imagens de lembranças anteriores ao chalé: Eu e meu irmão saindo do chalé que estávamos, a forma como estávamos meio consciente, meio em transe, as vozes, as coisas até o momento em que nos separamos. Concentrei-me na presença de almas ao redor e pude identificar a do meu irmão, então aliviada saí do chalé no qual tinha entrado.

A paisagem agora não tinha nada de diferente, era uma paisagem normal, como vimos antes de entrarmos no nosso chalé. Não tinha mais os enfeites bizarros. Me aproximei do meu irmão, dessa vez esperava que nós não fossemos pegos de surpresa, seja lá o que estivesse nos fazendo mal, e falei : - Vamos usar "aquilo" ao nosso favor, será util... - Acho que ele deve ter pensado a mesma coisa, provavelmente iria falar antes se eu não tivesse atrapalhado. Olhei para os chalés e pude ouvir mais gritos e pude perceber presenças de almas perambulando por ali, como se estivessem prestes a morrer; sem pestanejar, caminhei em direção aos chalés afim de verificar o que estava acontecendo.

Havia uma energia estranha no ar, embora não soubesse identificar, mas isso não me impediu de seguir em frente e tentar ajudar nossos amigos. Sem abaixar a espada uma única vez, fiz todo o uso de minhas habilidades para tentar encontrar uma solução e ajudar as pessoas que estavam gritando..

Dados:

Habilidades Passivas - Filhos de Macária:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Armas Escolhidas:

♦️ Espada de Bronze: Lâmina de bronze celestial de 60cm de comprimento com um desenho de uma rosa no bronze próximo ao punho, de 15cm, de madeira e couro enfeitado com desenhos de rosas e espinhos no pomo.
♦️ Escudo de bronze: Um escudo de bronze celestial, circular, de raio 30cm, plano.

Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max

_________________
Rosie Swane Máximos
Filha de Macária | Senhora do Tempo | Espadachim | Lenda
Rosie S. Máximos
Rosie S. Máximos

Mensagens : 45
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Novato
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+1
Vontade+3
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma+1
Proficiência+2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rafael L. Maximos em Dom Dez 30, 2018 11:20 pm

Realidade?

~~
Há magia no ar... isso não é bom.
A visão da minha família naqueles casulos, juntos de outros rostos conhecidos, foi o bastante para que eu quisesse saltar das sombras para intervir. Felizmente pude me conter e focar em "varrer" aquele local. Foi então que o cenário mudou e ao invés daquela decoração macabra de Halloween haviam apenas algumas luzes de Natal esparsas, a pouca decoração que os chalés ostentavam.

Parecia ter acordado de um sonho, ou um transe. Eu ainda consegui sentir muitas almas próximas, se movendo de maneira aleatória. Talvez outros na mesma situação da qual eu havia saído. Senti Rosie entre todos e não demorou para que ela aparecesse, vindo dos chalés.

- Vamos usar "aquilo" ao nosso favor, será útil... - na hora lembrei de um pequeno truque que desenvolvemos em nossa época no acampamento. Uma forma de nos localizarmos e entrar em contato. Um sinalizador etéreo, como eu apelidei.

- É uma opção, caso sejamos separados - senti então um tipo de presença ou sinal mais forte. Uma magia mais densa. Ao mesmo tempo ouvi gritos abafados, não estavam longe. Rosie avançou novamente para os chalés e embora aquelas luzes, que aliás continuavam ali, me deixassem curioso eu preferi seguir minha irmã. Tomei a dianteira, indo para o centro da área dos chalés, dando mais atenção aos meus sentidos, tentando encontrar algum sinal de vida.

Dados:

Habilidades Passivas do Personagem:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Sangue: o sangue da prole de Macária possui propriedades mágicas que podem ser benéficas caso seja utilizado em até 30 minutos depois de retirado (regeneração de HP, aceleração de cura e antídoto para venenos). Após esse tempo o sangue passa a ter efeitos negativos (reduz o HP e impede a cicatrização).

Armamento Escolhido:

• Espada de Bronze Celestial: uma espada média, 60cm de lâmina, 15cm de cabo envolvido em couro e uma rosa talhada no pomo.

• Escudo de Bronze Celestial: 60 centímetros de circunferência, liso.
Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max
Rafael L. Maximos
Rafael L. Maximos

Mensagens : 27
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Aprendiz
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+2
Vontade+2
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma
Proficiência+3

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Ananke em Ter Jan 01, 2019 4:37 am





O Estranho
GLASS GLOBE
Os filhos da morte se dirigiam aos chalés, em direção a gritos de dor de campistas que poderiam estar com Tânatos nesse momento. Sentiam um grande número de almas vagando pelo lugar, centenas talvez, no meio dessas podiam sentir a alma de seus amigos, não podiam dizer se o número indicava pessoas vivas ou mortos, a quantidade estava sobrecarregando sua percepção. Então uma forte onda de energia varreu o Acampamento, eles identificariam que aquela energia era diferente da qual haviam sentido e que essa expulsou (involuntariamente ou não) a estranha magia que se apossava do Acampamento. Quando a "onda" terminou, um luminoso pilar azul irrompeu de dentro da Casa Grande, subindo em linha reta para o céu, ultrapassando as densas nuvens que cobriam-no. Esse permaneceu constante por um ou dois minutos até que se desfez abruptamente. Não notariam de imediato até, pelo menos, o pilar ter desaparecido, mas as luzes bruxuleantes que uma vez seguiram desapareceram com a onda de energia.

Instruções:
Esse post é, também, referente à próxima parte da trama leia a Introdução: O estranho.

Para qualquer ação futura de habilidade ou conhecimento joguem 1d20 para Proficiência.
Role os dados e poste o link no próximo post de vocês.

A rodada vai até as 23:59 do dia 1/1. Feliz Ano Novo \o/
♣️ PJOnline Reloaded ♣️
Ananke
Ananke

Mensagens : 92
Data de inscrição : 26/08/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rosie S. Máximos em Ter Jan 01, 2019 7:54 pm


Globos de Neve

Mas, o quê..?
Pilar azul
Estavamos indo, eu e meu irmão, em direção aos chalés quando senti outro tipo de energia, totalmente diferente da que estava sondando o acampamento. Pouco tempo após essa energia, um pilar irrompeu do centro da casa grande até o cel. Tinha uma coloração azul e era quase cegante, entorpeceu meus sentidos por um pouco de tempo, mas certamente era estranho... acredito que poderiam ver essa luz em qualquer lugar da terra... Franzi o cenho, e perguntei para o meu irmão: - O que poderia ser isso? ... Vou investigar os chalés. Você vai até a casa? Ou oposto? Ou continuamos como estamos? - Sem perder tempo, foquei em todas as minhas habilidades para sentir a presença de alguém. Eram muitas almas, o que sobrecarregava o uso de minhas habilidades, mas continuaria tentando. Se houvesse jm intruso no acampamento, ou algum amigo ou amiga nos chalés proximos em perigo, esperava poder sentir...

Dados:

Habilidades Passivas - Filhos de Macária:

Sexto Sentido: com um pouco de concentração o semideus pode sentir as almas daqueles ao seu redor, quantificá-las e caso esteja acostumado com a presença de alguém, identificar o indivíduo apenas pela "impressão" gerada pela sua alma.

Visão Noturna: como filho do submundo, mesmo na ausência de luz o semideus pode ver com clareza.

Empatia: o semideus consegue identificar o que outra pessoa está sentindo, mas quando diversos indivíduos estão presentes não consegue identificar que sentimento pertence a qual pessoa.

Autoridade: por ser descendente de Macária sua autoridade é reconhecida por criaturas do submundo. Alguns irão jurar lealdade, outros terão medo, mas isso nem sempre irá funcionar da mesma forma para todos os filhos da Boa Morte.

Conhecimento: o semideus reconhece quaisquer elementos provenientes do submundo.

Meditação Profunda: o semideus consegue entrar em um estado profundo de concentração, o que lhe permite contatar espíritos do passado. A ligação é mais forte quando há algum laço com o espírito. É uma técnica difícil que exige prática e concentração.

Ctônico: estar em contato com a terra e o subterrâneo é natural para o semideus, que não sofre com a falta de ar, a pressão ou mudanças de temperatura nesses ambientes.

Oculto: quando no escuro a presença do semideus é quase que completamente ocultada, difícil de ser percebida. Uma técnica que se torna mais efetiva conforme o usuário se fortalece.

Armas Escolhidas:

♦️ Espada de Bronze: Lâmina de bronze celestial de 60cm de comprimento com um desenho de uma rosa no bronze próximo ao punho, de 15cm, de madeira e couro enfeitado com desenhos de rosas e espinhos no pomo.
♦️ Escudo de bronze: Um escudo de bronze celestial, circular, de raio 30cm, plano.

Legenda: Narração - Minhas Falas - Falas de Outros
By_Max

_________________
Rosie Swane Máximos
Filha de Macária | Senhora do Tempo | Espadachim | Lenda
Rosie S. Máximos
Rosie S. Máximos

Mensagens : 45
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Novato
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+1
Vontade+3
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma+1
Proficiência+2

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Rafael L. Maximos em Qua Jan 02, 2019 12:00 am

Estávamos a caminho dos chalés quando então senti uma emanação de energia, uma intensa onda que atrapalhou meus poderes. O mais interessante foi que aquilo chamou a minha atenção para um pilar luminoso que subia até às nuvens, ultrapassando-as. Senti algo estranho no ar, como algo familiar. Fiquei tão desfocado que por pouco não ouvi o que Rosie disse sobre nos separarmos ou não. Então balancei a cabeça, como que para espantar o que quer que estivesse me distraindo.

- Vamos juntos para os chalés.

_________________

Rafael Logan Máximos
So you can throw me to the wolves

Tomorrow I will come back

Leader of the whole pack
Filho de Macária | Senhor do Tempo | The Wolf | @Max
Rafael L. Maximos
Rafael L. Maximos

Mensagens : 27
Data de inscrição : 06/11/2018

Ficha de Personagem
Nível: 21
Ranking: Aprendiz
Modificadores de Teste:
Modificadores de TestePontos
Resistência+2
Vontade+2
Reflexo & Agilidade+2
Observação+1
Fortitude
Carisma
Proficiência+3

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Ananke em Qua Jan 02, 2019 1:50 am



Sangue e Morte
Ignorando o feixe de luz, os filhos de Macária se dirigiram aos chalés. Talvez sem um objetivo certo, agora que os gritos pararam. Quando se aproximassem iriam ver a porta do chalé de Hecate aberta, dentro um forte cheiro de sangue, e várias almas atormentadas. Uma chacina tinha acontecido naquele local. Não muito longe, o chalé de Afrodite transmitiria a mesma sensação, mas em um grau menor. Além disso, o número de almas vagando no Acampamento aquela noite chegava a ser próximo de centenas, isso não tinha passado junto com todas as demais ilusões. Alguma coisa estava provocando o afinamento do véu entre a vida e a morte. Que tipos de coisas poderiam causar isso? E qual era o perigo dessa situação, além da fraca dor de cabeça que lhes davam?

Instruções:
Joguem 1d20.

Para qualquer ação futura de habilidade ou conhecimento joguem 1d20 para Proficiência.
Role os dados AQUI e poste o link no próximo post de vocês.

*Não há ordem de postagem. Rodada encerra às 23h59*

Kids in the Dark


Ananke
Ananke

Mensagens : 92
Data de inscrição : 26/08/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Natal/2018] Sangue e Morte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum